Terapia Ocupacional

  Terapia Ocupacional é a área da saúde responsável por promover bem-estar, tratamento e reabilitação de indivíduos portadores de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos, traumáticos ou de doenças adquiridas.  A sociedade moderna possui uma gama de problemas que são reflexo da rotina de estudo, trabalho e falta de […]

 

Terapia Ocupacional é a área da saúde responsável por promover bem-estar, tratamento e reabilitação de indivíduos portadores de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos, traumáticos ou de doenças adquiridas.

 A sociedade moderna possui uma gama de problemas que são reflexo da rotina de estudo, trabalho e falta de tempo. Com o uso de celulares e rede sociais, nunca estivemos tão próximos, mas, ao mesmo tempo, tão longe uns dos outros. A terapia ocupacional tem extrema importância, auxiliando a lidar com as adversidades do cotidiano moderno.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), Terapia Ocupacional é a arte e a ciência de orientar a participação do indivíduo em atividades selecionadas para restaurar, fortalecer e desenvolver a capacidade; facilitar a aprendizagem daquelas habilidades e funções essenciais para a adaptação e produtividade; diminuir ou corrigir patologias e promover e manter a saúde.

Atualmente, essa área tem sido mais reconhecida em função dos bons resultados alcançados através da adoção de ações lúdicas, artesanais e artísticas para proporcionar melhorias na qualidade de vida.

A intervenção é voltada para a pessoa e seu grupo social. Tem como objetivo ampliar o campo de ação, desempenho, autonomia e participação, considerando o contexto em que o indivíduo está inserido, respeitando o momento e o lugar. Por meio da abordagem afetiva, relacional, material e produtiva o profissional contribui com a promoção de saúde.

No dia 19 de janeiro, comemoramos o Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional, profissional de saúde que é registrado no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Crefito-9).

Esse profissional possui formação acadêmica superior, é habilitado a avaliar o indivíduo, analisando as alterações nas funções, ponderando faixa etária e o desenvolvimento da formação pessoal, familiar e social. Após a avaliação, é realizado o planejamento terapêutico. Uma das estratégias terapêuticas é se apropriar de diferentes aspectos presentes no cotidiano, como, por exemplo, a arte, visando encontrar meios para que as pessoas alcancem autonomia e independência, utilizando suas potencialidades.

A terapia ocupacional pode auxiliar:

  • Crianças que apresentem atraso no desenvolvimento;
  • Apoiando familiares a compreender, orientando sobre como lidar com parentes que apresentem problemas;
  • Na reabilitação após danos cerebrais ou motores, para que o indivíduo possa reaprender a realizar atividades do dia a dia;
  • Nas atividades para promoção de qualidade de vida para idosos.

Outras notícias

Dia Internacional da Luta contra Endometriose

  Na última terça-feira foi celebrado o Dia Internacional da Luta contra Endometriose. Essa campanha possui o objetivo de conscientizar a população sobre a doença. Segundo dados da Associação Brasileira de Endometriose, cerca de 15% das mulheres em idade de reprodução (dos 13 aos 45 anos), são atingidas pela endometriose. Estima-se que no Brasil uma […]

Fevereiro Laranja

A campanha Fevereiro Laranja alerta sobre a leucemia, câncer que afeta os glóbulos brancos. Na medula óssea são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos (leucócitos), aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas. Na leucemia uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética e se transforma […]

Dia da Imunização

  O Dia da Imunização tem o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de manter o hábito da vacinação, diminuindo a probabilidade de contrair enfermidades. A data escolhida para a celebração dessa campanha é o dia 9 de junho. As vacinas são produzidas com propriedades dos próprios agentes causadores das doenças, porém em […]