Setembro Dourado

  A campanha Setembro Dourado é uma iniciativa mundial que tem como objetivo alertar a população para a identificação dos sinais e a importância do diagnóstico precoce do câncer infanto juvenil. No Brasil, o câncer representa a primeira causa de mortalidade por doença em crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade. Segundo […]

 

A campanha Setembro Dourado é uma iniciativa mundial que tem como objetivo alertar a população para a identificação dos sinais e a importância do diagnóstico precoce do câncer infanto juvenil.

No Brasil, o câncer representa a primeira causa de mortalidade por doença em crianças e adolescentes entre 1 e 19 anos de idade. Segundo os dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer) atualmente são mais de 10 mil novos casos de câncer registrados no Brasil nessa faixa etária, por ano, sendo os tipos mais frequentes de câncer na infância a leucemia, os tumores de sistema nervoso central e os linfomas.

A leucemia é o tipo mais comum e representa 34% de todos os tipos de câncer infantil. Acomete a medula óssea, podendo causar dor nos ossos e articulações, além de fadiga. Os subtipos mais frequentes da doença são leucemia linfoide aguda (LLA) e leucemia mieloide aguda (LMA).

Os tumores do Sistema Nervoso Central (SNC) são o segundo tipo mais comum em crianças, representando 27% dos casos. A maioria dos tumores do SNC em crianças tem como sintomas dor de cabeça, náuseas, vômitos, visão turva, tontura e dificuldade para caminhar ou manipular objetos.

O Neuroblastoma é um tumor sólido do sistema nervoso simpático, com principal localização no abdome. Representa cerca de 7% dos casos de câncer infantil e ocorre principalmente em bebês e crianças pequenas, sendo raramente diagnosticado após os 10 anos. Em geral, seus sintomas incluem aumento do volume abdominal, dor nos ossos e febre.

Os Linfomas representam 4% dos casos e atinge o sistema linfático, responsável pela defesa do organismo contra as infeções, sendo os principais tipos o linfoma de Hodgkin e o linfoma não Hodgkin.

Não há uma causa específica para o câncer infanto juvenil, o que impossibilita uma ação preventiva direta.  Por isso, é de extrema importância a identificação dos sinais e sintomas para o diagnóstico precoce, sendo importante que as pessoas presentes na vida da criança tenham sensibilidade e atenção para percepção dos sinais, já que as chances de cura são em torno de 70%.

Os principais sinais e sintomas do câncer infanto juvenil são dor nos ossos, febre persistente sem causa aparente, surgimento de hematomas pelo corpo, dor de cabeça persistente, emagrecimento repentino, sangramentos anormais, nódulos em ossos ou no músculo e o aumento de gânglios (“ínguas”). O aparecimento de mancha branca na pupila dos olhos é característico de um tipo de câncer – o retinoblastoma.

O tratamento do câncer infantil é baseado no diagnóstico e extensão da doença, sendo por este motivo individualizado para cada caso. A maioria é tratada com quimioterapia, podendo ser necessário radioterapia, cirurgia, ou uma combinação de tratamentos.

Outras notícias

Corona Vírus

Os coronavírus (CoV) compõem uma grande família de vírus, conhecidos desde meados da década de 1960, que receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa (do inglês crown). Podem causar desde um resfriado comum até síndromes respiratórias graves. O novo coronavírus é uma nova variante do coronavírus, denominada 2019-nCoV, que […]

Mens sana in corpore sano

  Uma das promessas mais frequentes no ano novo é a de ter uma vida mais saudável e buscar qualidade de vida. Algumas pessoas realmente começam a se mover, adotam bons hábitos, se matriculam na academia e passam a se alimentar de forma mais saudável. Outras, por algum motivo, desistem depois de alguns meses, ou […]

Dia Mundial da Psoríase

  Psoríase é considerada uma patologia sistêmica crônica, autoimune e não contagiosa, que afeta a pele de cerca de 3% da população mundial, isto é, 125 milhões de pessoas em todo o mundo. No Brasil existem 5 milhões de pessoas que convivem com esse diagnóstico. Anualmente, celebramos no dia 29 de outubro o Dia Mundial […]