Saúde Mental

  De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é definida como “um estado de bem-estar no qual o indivíduo percebe o seu próprio potencial, é capaz de lidar com o stress normal da vida, trabalhar de forma produtiva e frutífera e contribuir para a sua comunidade”. A maioria das pessoas quando […]

 

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é definida como “um estado de bem-estar no qual o indivíduo percebe o seu próprio potencial, é capaz de lidar com o stress normal da vida, trabalhar de forma produtiva e frutífera e contribuir para a sua comunidade”.

A maioria das pessoas quando ouve falar em “Saúde Mental” pensa em “Doença Mental”, mas a saúde mental engloba muito mais do que a ausência de doença mental.

Atualmente, de acordo com dados da OMS, existem mais de 350 milhões de pessoas acometidas por doença mental no mundo.

As condições de saúde mental são responsáveis por 16% da carga global de doenças e lesões em pessoas com idade entre 10 e 19 anos.

depressão, a ansiedade e o estresse são desordens mentais presentes em nosso cotidiano e,  muitas vezes, negligenciadas pela família e pelos amigos devido a banalização e à falta de conhecimento. Mas é importante lembrar que todas as pessoas podem apresentar sinais de sofrimento psíquico em alguma fase da vida.

Situações comuns do dia a dia, como o ritmo acelerado, as cobranças no trabalho e as exigências dos familiares e amigos resultam em um ambiente hostil que gera desconforto. Este desconforto e os problemas gerados são normalmente superados, mas quando há dificuldade exacerbada ou não superação uma desordem mental pode ser desencadeada.

Ter saúde mental é se aceitar, entender e superar as exigências da vida, saber lidar com as boas emoções e com aquelas desagradáveis que fazem parte do cotidiano, reconhecer seus limites e buscar ajuda quando necessário.

Alguns dos sintomas comuns são:

  • Sensação de cansaço e desgaste;

  • Diminuição da libido;

  • Dificuldades com a memória;

  • Autodúvidas;

  • Hipersensibilidade emocional;

  • Vontade de fugir de tudo;

  • Inabilidade de concentração;

  • Dificuldade de tomar decisões;

  • Confusão mental.

Contudo os danos das doenças mentais não se limitam apenas ao aspecto mental, pois pesquisas indicam maior vulnerabilidade ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, obesidade, tabagismo, hipertensão, colesterol alto, diabetes e sedentarismo.  

Para manter a saúde mental em dia:

  • Pensamentos positivos para a vida;

  • Você é maravilhoso! Aceite-se como você, suas qualidades e suas limitações;

  • Diga não às drogas:

  • Pratique sexo, apenas o seguro;

  • Reserve aquele tempo para o lazer e sua família;

  • Alimentação saudável é tudo;

  • Pratique atividades físicas regularmente.

Outras notícias

Agosto Dourado

  A Organização Mundial da Saúde (OMS) acredita que o aleitamento materno é a maneira ideal para fornecer às crianças os nutrientes de que necessitam para um desenvolvimento saudável. Por isso é considerado um dos melhores investimentos para salvar vidas e melhorar a saúde e o desenvolvimento social e econômico de indivíduos e nações. Além […]

Catapora: sintomas e transmissão

  Catapora, ou varicela, é uma infecção causada pelo vírus Varicela-zoster, altamente contagiosa, mas quase sempre sem gravidade. É uma das doenças mais comuns em crianças menores de 10 anos, tanto que mais de 90% dos adultos são imunes, pois já contraíram a doença em alguma época da vida. Uma vez exposta à catapora, a pessoa […]

Novembro Azul: conscientização e prevenção

  O mês de novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas ao câncer de próstata e à saúde do homem. Esta campanha de conscientização é conhecida como Novembro Azul. A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. […]