Fevereiro Laranja

A campanha Fevereiro Laranja alerta sobre a leucemia, câncer que afeta os glóbulos brancos. Na medula óssea são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos (leucócitos), aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas. Na leucemia uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética e se transforma […]

A campanha Fevereiro Laranja alerta sobre a leucemia, câncer que afeta os glóbulos brancos.

Na medula óssea são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos (leucócitos), aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas.

Na leucemia uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética e se transforma em uma célula cancerosa. Essa célula anormal não funciona de forma adequada, multiplica-se mais rápido e morre menos do que as células normais, sendo as células sanguíneas saudáveis substituídas por células anormais.

Existem mais de 12 tipos de leucemia e as denominações se referem à velocidade com que a doença evolui e torna-se grave (crônica ou aguda) e ao tipo de glóbulos brancos que afetam (linfóides ou mieloides).

As causas ainda não estão definidas, mas suspeita-se que tabagismo, benzeno, radiações ionizantes, formaldeído, exposição a agrotóxicos, solventes, diesel entre outros podem estar relacionados a alguns tipos de leucemia.

Os principais sintomas ocorrem devido a diminuição ou ausência das células sanguíneas normais: anemia com fadiga, falta de ar, palpitação, baixa da imunidade, sangramentos nas gengivas e nariz, manchas roxas e/ou pontos roxos na pele, aumento dos gânglios linfáticos, febre ou suores noturnos, dores nos ossos e nas articulações. Náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação podem ocorrer se existir comprometimento do sistema nervoso central.

A detecção precoce é fundamental para que haja maior chance de tratamento.

Nas leucemias agudas o tratamento envolve quimioterapia e, em alguns casos, é indicado o transplante de medula.

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário:

– Ter entre 18 e 55 anos de idade.

– Estar em bom estado geral de saúde, sem doença infecciosa ou incapacitante ou doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

Outras notícias

Dia Internacional da Luta contra Endometriose

  Na última terça-feira foi celebrado o Dia Internacional da Luta contra Endometriose. Essa campanha possui o objetivo de conscientizar a população sobre a doença. Segundo dados da Associação Brasileira de Endometriose, cerca de 15% das mulheres em idade de reprodução (dos 13 aos 45 anos), são atingidas pela endometriose. Estima-se que no Brasil uma […]

Março Lilás: Prevenção do Câncer do Colo Uterino

  Março chega com uma importante campanha de conscientização que estimula a população feminina a tomar os cuidados necessários para a prevenção do câncer de colo uterino. O câncer do colo de útero é um dos cânceres com maior potencial de prevenção, pois está associado à infecção pelo vírus HPV (Papiloma Vírus Humano). A manifestação […]

Dia Mundial da Saúde Digestiva

  O Dia Mundial da Saúde Digestiva, comemorado em 29 de maio, foi criado com o objetivo de sensibilizar a população e os profissionais da área de saúde sobre a importância da correta identificação dos sintomas e o rápido tratamento das doenças gastrointestinais. Além disso, a data reforça a adoção de um estilo de vida […]