Fevereiro Laranja

A campanha Fevereiro Laranja alerta sobre a leucemia, câncer que afeta os glóbulos brancos. Na medula óssea são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos (leucócitos), aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas. Na leucemia uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética e se transforma […]

A campanha Fevereiro Laranja alerta sobre a leucemia, câncer que afeta os glóbulos brancos.

Na medula óssea são encontradas as células que dão origem aos glóbulos brancos (leucócitos), aos glóbulos vermelhos (hemácias ou eritrócitos) e às plaquetas.

Na leucemia uma célula sanguínea que ainda não atingiu a maturidade sofre uma mutação genética e se transforma em uma célula cancerosa. Essa célula anormal não funciona de forma adequada, multiplica-se mais rápido e morre menos do que as células normais, sendo as células sanguíneas saudáveis substituídas por células anormais.

Existem mais de 12 tipos de leucemia e as denominações se referem à velocidade com que a doença evolui e torna-se grave (crônica ou aguda) e ao tipo de glóbulos brancos que afetam (linfóides ou mieloides).

As causas ainda não estão definidas, mas suspeita-se que tabagismo, benzeno, radiações ionizantes, formaldeído, exposição a agrotóxicos, solventes, diesel entre outros podem estar relacionados a alguns tipos de leucemia.

Os principais sintomas ocorrem devido a diminuição ou ausência das células sanguíneas normais: anemia com fadiga, falta de ar, palpitação, baixa da imunidade, sangramentos nas gengivas e nariz, manchas roxas e/ou pontos roxos na pele, aumento dos gânglios linfáticos, febre ou suores noturnos, dores nos ossos e nas articulações. Náuseas, vômitos, visão dupla e desorientação podem ocorrer se existir comprometimento do sistema nervoso central.

A detecção precoce é fundamental para que haja maior chance de tratamento.

Nas leucemias agudas o tratamento envolve quimioterapia e, em alguns casos, é indicado o transplante de medula.

Para se tornar um doador de medula óssea é necessário:

– Ter entre 18 e 55 anos de idade.

– Estar em bom estado geral de saúde, sem doença infecciosa ou incapacitante ou doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico.

Outras notícias

Dia da Vacina BCG

  No dia 1º de julho comemora-se o dia da vacina BCG. A vacinação é a forma mais eficaz de prevenir doenças, mas somente com a alta adesão a este ato é que conseguimos mantê-las longe. No Brasil esta vacina é obrigatória desde 1976. Ela foi criada em 1921 por Léon Calmette e Alphonse Guérin, […]

Dia Nacional da Imunização

  No dia 9 de junho é comemorado o Dia Nacional da Imunização, que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da vacinação para a nossa saúde. O Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde é reconhecido internacionalmente pela sua qualidade e eficiência. Anualmente, ele disponibiliza para a população mais de 300 […]

Dia Mundial do Doador de Sangue

  A doação de sangue é uma ação generosa e totalmente voluntária que pode salvar vidas, pois o sangue é insubstituível. Anualmente, no dia 14 de junho, celebramos o Dia Mundial do Doador de Sangue. Essa data tem o objetivo de homenagear as pessoas que realizam este gesto de amor ao próximo, possibilitando também o […]