Dia Nacional do Combate ao Colesterol

  O colesterol desempenha funções essenciais em nosso organismo, como a produção de alguns hormônios, tais como vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras. É um componente estrutural das membranas celulares em nosso corpo e está presente no coração, cérebro, fígado, intestinos, músculos, nervos e pele. No entanto, […]

 

O colesterol desempenha funções essenciais em nosso organismo, como a produção de alguns hormônios, tais como vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol e ácidos biliares que ajudam na digestão das gorduras. É um componente estrutural das membranas celulares em nosso corpo e está presente no coração, cérebro, fígado, intestinos, músculos, nervos e pele. No entanto, o excesso de colesterol é prejudicial e aumenta o risco de desenvolver doenças cardiovasculares, pois pode formar placas de gorduras na parede das artérias dificultando o fluxo sanguíneo ou até mesmo obstruindo essa passagem.

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) aponta que, atualmente, 60 milhões de pessoas no Brasil têm colesterol elevado. Com o objetivo de conscientizar a população e ampliar o acesso à informação foi criado o Dia Nacional do Combate ao Colesterol, comemorado em 8 de agosto.

Há dois tipos de colesterol: o HDL, considerado “colesterol bom”, e o LDL, conhecido como “colesterol ruim”.

O colesterol é transportado no sangue em partículas, as lipoproteínas. Essas partículas quando possuem baixa densidade são chamadas de LDL, responsáveis pelo transporte do colesterol para as células, onde é utilizado. As lipoproteínas de alta densidade, denominadas HDL, retiram o excesso de colesterol da circulação levando de volta para o fígado.

Quando ocorre excesso de LDL na circulação, sem aproveitamento pelas células, aumenta-se o risco de desenvolvimento da aterosclerose – placas de gordura nas artérias que podem levar à obstrução. Por isso o LDL é impropriamente denominado de “ruim”. O HDL colesterol elevado revela eficiência da remoção do excesso de colesterol, sendo conhecido como “bom” colesterol.

O colesterol elevado no sangue é uma das principais causas de doenças cardiovasculares, entre elas o infarto e acidente vascular cerebral, e são as principais responsáveis pelos óbitos registrados anualmente no Brasil.

O desenvolvimento das doenças cardiovasculares está associado a diversos fatores de risco, tais como: obesidade, aumento do colesterol, pressão alta, diabetes e tabagismo.

Além disso, a hereditariedade pode determinar um colesterol alto mesmo em pessoas que tenham hábitos saudáveis, por isso, além da prática de atividade física e da alimentação equilibrada, é importante realizar acompanhamento médico.

Manter um estilo de vida ativo e uma dieta pobre em gordura contribuem para manter as taxas do colesterol dentro dos níveis considerados adequados. Os cuidados com a saúde devem ser levados com muita seriedade e muitos dos esforços dependem apenas de nós mesmos.

Outras notícias

Dia mundial do Diabetes

  No dia 14 de Novembro é celebrado o Dia Mundial do Diabetes, com o objetivo de promover ações de conscientização sobre a importância da prevenção da doença. O diabetes é uma condição crônica, na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio […]

Saúde Ocular

  Boa parte das informações que recebemos durante a vida são por meio da visão, um dos principais sentidos do ser humano. Cuidar dos nossos olhos com medidas preventivas e curativas, quando necessárias, é fundamental para mantermos nossa saúde ocular em dia. As conjuntivites bacterianas, virais e alérgicas, o tracoma (uma forma de conjuntivite crônica), […]

Janeiro Branco: Vamos falar sobre Saúde Mental?

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), nos últimos anos as doenças mentais tiveram um aumento considerável, e esse resultado é motivo de grande preocupação entre os profissionais da saúde. Pensando no mundo atual e inspirados pela campanha “Outubro Rosa”, psicólogos de Uberlândia-MG elaboraram, em 2014, a Campanha Janeiro Branco. Janeiro Branco é considerada a […]