Dia Internacional do Celíaco

A data 16 de maio foi escolhida para divulgar anualmente o Dia Internacional do Celíaco. A doença celíaca é uma reação exagerada do sistema imunológico aos glútens, que é uma proteína encontrada em cereais, como trigo, o centeio, a cevada e o malte. Para o bom funcionamento do nosso organismo, dependemos de reações químicas, que […]

A data 16 de maio foi escolhida para divulgar anualmente o Dia Internacional do Celíaco. A doença celíaca é uma reação exagerada do sistema imunológico aos glútens, que é uma proteína encontrada em cereais, como trigo, o centeio, a cevada e o malte.

Para o bom funcionamento do nosso organismo, dependemos de reações químicas, que são as quebras de substratos que consumimos em nossa alimentação. Porém, para que essa ação ocorra é necessário a atuação de enzimas, que são substancias catalisadoras para essas reações.

As pessoas celíacas não possuem a enzima responsável por quebrar o glúten, assim partículas não digeridas das proteínas do glúten se acumulam no organismo, atravessam a camada superficial do intestino delgado, e isso desencadeia a reação do sistema imune, agredindo as células da parede externa do intestino, gerando uma inflamação grave.

Trata-se de uma doença que não tem cura e é autoimune, isto é, ela ataca e destrói tecidos saudáveis do organismo. Estima-se que 2% da população mundial tem restrição alimentar por ter dificuldade para processar o glúten. No Brasil, aproximadamente uma em cada 250 pessoas são celíacas.

Estudos comprovaram a predisposição genética para o desenvolvimento da doença celíaca, ou seja, familiares de portadores da doença têm maior risco de desenvolver o quadro. Outros fatores de risco são, portadores de diabetes tipo 1, síndrome de Down, síndrome de Turner, tireoide autoimune, doença de Addison e artrite reumatóide.

Os primeiros sinais surgem entre o primeiro e o terceiro ano de vida, coincidindo com o período que são introduzidos os cereais na dieta das crianças. Porém, em alguns casos o diagnóstico só acontece na vida adulta, quando o indivíduo já apresenta carências nutricionais graves.

Os principais sintomas da doença celíaca são diarreia crônica, dor e distensão abdominal, perda de peso, anemia crônica, lesões na pele, cansaço, deficiência de nutrientes, irritabilidade e queda do cabelo.

Como os sintomas são muito variados e constantemente associados a outras doenças, o diagnóstico se dá por meio de exames de sangue e biópsia do intestino. Nos casos das crianças, a demora no diagnóstico pode levar a deficiências no desenvolvimento.

Em relação ao tratamento, não existem medicamentos ou procedimentos específicos para tratar a doença celíaca. Sendo assim, a melhor forma de evitar as complicações da doença, é a dieta com total restrição de glúten.

Alguns alimentos que possuem glúten farinha de trigo, cevada, centeio, malte, massas, doces e bebidas alcoólicas.

Além disso é preciso ter bastante cuidado em casa para não haver consumo de glúten por contaminação. Utensílios domésticos como, liquidificador e sanduicheira, devem ser separados para produzir os alimentos da pessoa com doença celíaca.

Dicas para conviver com a doença Celíaca:

• Fique atento ao preparo do seu alimento;
• Leia atentamente os rótulos dos produtos;
• Alguns produtos de maquiagem contem gluten;
• Fora de casa, tenha sempre seu próprio alimento;
• Coloque em prática um cardápio saudável!

Outras notícias

Marco Amarelo: Mês de Conscientização da Endometriose

  Março é especial, não só por comemorar o Dia Internacional da Mulher, mas por ser o mês mundial da conscientização da endometriose. A doença ocorre quando o tecido que reveste a cavidade uterina (chamado de endométrio) é encontrado fora do útero, ou seja, dentro do abdômen. Acomete, principalmente, as mulheres em idade reprodutiva, podendo […]

Dia Mundial do Câncer

  O Dia Mundial do Câncer, criado em 2000, tem como objetivo aumentar a conscientização e a educação sobre a doença, que possui tendência de aumento dos casos nos próximos anos. Atualmente 7,6 milhões de pessoas morrem por ano no mundo devido a esta doença. Dessas, 4 milhões têm entre 30 e 69 anos, e […]

Dia Mundial da Asma

  Anualmente, na primeira terça-feira do mês de maio, celebramos o Dia Mundial da Asma. Promovida e incentivada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), essa campanha tem o objetivo de conscientizar e informar a população em relação a asma. Uma das doenças respiratórias crônicas mais comuns, trata-se de uma inflamação dos brônquios, não tem cura, […]